O Leão da Estrela (1947)

O Leão da Estrela (1947)

Uma das mais famosas comédias populares da época de ouro do cinema português, O Leão da Estrela marca o regresso do realizador Arthur Duarte aos estúdios Tobis, após alguns anos a trabalhar em Espanha. O filme, baseado numa peça de teatro dos anos 20, mas adaptada à realidade dos anos 40, revela toda a mestria do realizador, que, através da comédia, aborda temas que, no seu conjunto, fazem um interessante retracto do país.

Com um orçamento de 1.800 contos (perto de 9.000 €, não ajustados à inflação), O Leão da Estrela tem nas interpretações uma das suas mais-valias, com destaque para Milú, Laura Alves, Artur Agostinho, mas principalmente António Silva. O actor é o grande motor do filme, aproveitando o facto de, pela primeira vez, protagonizar um filme sozinho (anteriormente, António Silva teve sempre a seu lado outros grandes nomes do cinema português, como Vasco Santana, Maria Matos, Beatriz Costa, entre outros).


Sonoro Filme. Portugal, 1947, 123 min., comédia
Realizador: Arthur Duarte. Argumento: Ernesto Rodrigues, João Bastos e Félix Bermudes, baseado na peça teatral homónima. Actores: António Silva, Milú, Maria Eugénia, Erico Braga, Laura Alves. Estreia em Portugal: 21 de Novembro 1947 (São Luiz)

Anastácio, fervoroso sportinguista, viaja até ao Porto para assistir ao duelo entre os dois clubes e, com a sua família, fica alojado na casa do casal Barata, passando por rico. Quando o casal Barata retribuiu a visita e viaja até Lisboa, as mentiras de Anastácio são colocadas à prova.

Deixar uma resposta